Folato: veja tudo o que você precisa saber sobre essa vitamina tão importante na gestação

O folato, também conhecido como vitamina B9, faz parte do Complexo B. Considerado um micronutriente essencial para a vida, participa de reações bioquímicas para a formação e multiplicação das células, produz proteínas estruturais (DNA/RNA) e ainda ajuda na produção dos glóbulos vermelhos do sangue.

Em seu estado natural, pode ser encontrado em vegetais de folhas verde-escuras, o que explica a origem do nome: folium. Nessa forma, o folato é muito instável e pode perder suas propriedades durante a manipulação ou o cozimento. Por isso, é difícil suprir apenas com a alimentação as necessidades maiores da gestação.

A falta dessa vitamina no organismo pode causar anemia, falta de ar, tontura e, em casos mais graves, pode provocar até depressão. Em doses adequadas, o folato reduz o cansaço e faz bem às unhas e aos cabelos, como todo Complexo B. Esse nutriente fortalece a imunidade, além de ser um aliado das nossas funções cerebrais e do coração.

O ácido fólico, forma sintética do folato, por ser mais estável, é utilizado no enriquecimento de alimentos (farinhas e cereais) e como suplemento alimentar em comprimidos. Entretanto, após a ingestão, precisa ser transformado em metilfolato, podendo ocorrer deficiência dele por alterações genéticas nas enzimas que metabolizam esta substância.

Recentemente, foi lançado o L-metilfolato, forma ativa do ácido fólico, que é rapidamente absorvido e distribuído pelo corpo. Essa forma não precisa ser transformada para agir como nutriente e também não sofre interferência de fatores genéticos, nem interação com medicamentos.  

O L-metilfolato é recomendado como suplemento nutricional na gestação. Seu uso deve ser iniciado antes da concepção, devido à sua importância na formação e no desenvolvimento fetal, em especial do sistema nervoso, reduzindo, assim, o risco de malformações.

Fontes: FEBRASGO.Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia. São Paulo,2012. – US Preventive Services Task Force. Folic acid for the prevention of neural tube defects: US Preventive Services Task Force recommendation statement Ann Intern Med 2009;150(9):626-31. – WHO Standards for Maternal and Neonatal Care Steerring Committee. Prevention of neural tube defects. Standards for Maternal and Neonatal Care 2006;(1.5):1-4

Material destinado ao público geral. Junho/2019

BRWH190622p

confira também