Gravidez na adolescência: o que fazer quando o imprevisto acontece?

Por definição, adolescência é o período de transição entre a infância e a idade adulta. Essa fase é repleta de mudanças biopsicossociais, um momento de crescimento e desenvolvimento físico, psíquico e comportamental, mas, também, de formação da identidade e de preparação para o futuro.

Historicamente, a busca pela independência e o enfrentamento sempre fizeram parte da vida dos jovens. Na modernidade, a maior liberdade, o comportamento espontâneo e imprevisível, as alterações de humor, o excesso de informação e as falhas na educação aumentaram a exposição a situações de risco, como relações sexuais desprotegidas, infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e gravidez não planejada.

Engravidei na adolescência. E agora?

Antes de mais nada, tire um tempo para processar a notícia. É muito importante tentar se manter estável e lidar com os primeiros sentimentos. É normal sentir angústia e preocupação, por isso, escolha alguém de confiança para ser a primeira pessoa a saber. Esse diálogo inicial vai fazer você ganhar força e começar a formar a rede de apoio, tão importante para as mães adolescentes.

O próximo passo é mais difícil, mas igualmente importante. Tenha uma conversa franca com os seus pais e seja o mais aberta possível. Se você se sentir sozinha para fazer isso, peça ajuda externa para seu namorado, um irmão, uma amiga, ou qualquer pessoa de confiança. Ter apoio é muitíssimo importante.

Claro que esse imprevisto pode não ser encarado como uma boa notícia, mas as mudanças devem ser vistas como uma oportunidade para o seu crescimento. Você deve se fortalecer e usar essa oportunidade para colocar sua vida em perspectiva. A chegada de uma nova vida vai te transformar para melhor, especialmente se você contar com o apoio da família e dos seus amigos.

Depois, é muito importante começar a planejar os exames do pré-natal. Especialistas aconselham a realização de, pelo menos, sete consultas médicas durante a gestação. Nesses momentos, você receberá informações de como se manter saudável durante a gravidez, incluindo cuidados com a alimentação, prática de exercícios, entre outras recomendações. Além disso, você poderá compartilhar os seus sentimentos com o médico, assim como revelar angústias e ansiedades.

Como muitas mulheres apresentam deficiência de folato (vitamina B9), é sempre recomendada a suplementação de metilfolato. O processo deve ser mantido durante o primeiro trimestre de gestação. Essa medida reduz o risco de malformação do sistema nervoso do bebê.

Desafios e mudanças

Nas adolescentes, em especial nas mais jovens, a gravidez pode trazer mudanças significativas. Primeiro do ponto de vista físico, porque tanto a gestação quanto o parto trazem riscos para a mãe e o bebê. Já do lado psíquico, o problema aparece no conflito vivenciado entre os sonhos e realidade, alterando o humor e o equilíbrio mental. Além disso, existe o impacto social, que provoca mudança na rotina, reorganização da vida pessoal e familiar, adiamento de planos e de expectativas futuras.  

Fonte:

BRASIL, Ministério da Saúde. Banco de dados do Sistema Único de Saúde – DATASUS. Taxa de Mortalidade Infantil Sistema de Informações sobre Mortalidade – SIM.

Material destinado ao público geral.

Junho/2019

BRWH190622i

confira também