O que a menstruação irregular pode indicar sobre a sua saúde

É praticamente consenso que as mulheres não gostam de ficar menstruadas. Mau humor, irritabilidade, cólicas, desconforto e até impossibilidade de fazer algumas atividades rotineiras são só alguns dos sintomas que acometem grande parte delas nessa fase. Mas, pior do que passar por esse período todo mês, é sofrer com a ausência ou irregularidade menstrual.


Ciclo menstrual

O hipotálamo e a hipófise no cérebro, os ovários e o útero coordenam o ciclo menstrual e a função reprodutora feminina. Os ovários produzem os hormônios sexuais (estrogênio e progesterona) secretados em padrão cíclico mensal, sob o controle cerebral. Enquanto um óvulo amadurece no ovário, o endométrio que reveste o útero cresce e se prepara para uma possível gestação. Não havendo gravidez, o endométrio descama e é eliminado pela vagina, fenômeno que chamamos de menstruação (modificações que repetem em média a cada 28 dias, formando o chamado ciclo menstrual, que é controlado pelos hormônios da hipófise e dos ovários).

Menstruação irregular

Uma das principais queixas no consultório do ginecologista. A partir da primeira menstruação (menarca), podem ocorrer alterações do ciclo normal por imaturidade da hipófise e dos ovários. Na puberdade, as irregularidades menstruais são frequentes. Com o tempo os ciclos ficam regulares, podendo voltar a serem irregulares nos anos que antecedem a menopausa.
O ciclo menstrual normal caracteriza-se por menstruações regulares – em geral de 24 a 38 dias, com duração de 3 a 8 dias e com volume < 80 ml. São considerados ciclos irregulares aqueles diferentes do padrão habitual da mulher, por mudanças na regularidade, frequência, duração e volume do fluxo menstrual. Recentemente a Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia (FIGO) definiu, classificou e organizou as causas do Sangramento Uterino Anormal (SUA).


Pílulas e medicamentos


Cada corpo reage de forma diferente aos anticoncepcionais, em algumas mulheres pode ocorrer sangramentos irregulares, escapes menstruais e, às vezes, falta de sangramento na pausa. Se ocorrer, avise seu médico. Alguns medicamentos, principalmente aqueles que atuam no sistema nervoso central, área que controla o ciclo menstrual, também podem causar alterações. Antidepressivos, ansiolíticos e remédios para emagrecer são alguns deles.


Emocional


Estresse, ansiedade e insônia são alguns fatores que podem alterar o ciclo mensal, já que podem causar alterações hormonais que provocam mudanças na menstruação.


Alterações de peso


Tanto a obesidade quanto as dietas restritivas que levam à perda de muito peso são responsáveis por variações no ciclo menstrual, já que causam um desequilíbrio hormonal que impede os ovários trabalharem normalmente. Outro fator relacionado é o excesso de atividade física.
Lembrete! É importante lembrar que algumas mulheres apresentam algumas doenças ginecológicas (mioma, pólipo uterino, síndrome do ovário policístico, etc.) ou não ginecológicas que podem estar relacionadas Sangramento Uterino Anormal.


FONTES

Munro MG et al. Classification of menstrual bleeding disorders. Rev Endocr Metab.Disord – 2012, v.13,n.4,p225-234
Fraser IS et al. The FIGO recommendations on terminologies and definitions for normal and abnormal uterine bleeding. 2011 Semin. Reprod.Med – 2011. v.29,n.5,p.383-390
Caetano B. 9 fatores que desregulam a menstruação. 2018 (Acessado em 23/08/2019). https://www.minhavida.com.br/saude/materias/34130-9-fatores-que-desregulam-a-menstruacao
Sedicias S. Principais causas da Menstruação Irregular. 2016 (acessado em 23/08/2019) https://www.tuasaude.com/menstruacao-irregular/

Material destinado ao público em geral.
Setembro/2019. BRWH190854s

confira também