Sexo na menopausa: como sentir prazer em todas as fases da vida

A sexualidade na menopausa ainda é objeto de ideias preconcebidas e tabus. A progressiva deficiência de estrogênio ocasionada pela redução da função ovariana pode produzir alterações físicas e psíquicas, além de trazer consequências de curto e longo prazo.


Algumas dessas mudanças afetam a vida sexual, mas a menopausa não precisa ser o vilão do envelhecimento. Afinal, é possível sentir prazer em todas as fases da vida. Basta ter as informações corretas, superar esses desafios e conversar com o médico para receber a melhor orientação.
Sintomas físicos


Com a queda na produção de estrogênio, começam os sintomas que podem incluir ondas de calor, sudorese noturna, insônia, mudanças de humor, desaceleração do metabolismo, diminuição da elasticidade da pele e ressecamento vaginal.

Em longo prazo, aparecem a perda acelerada da massa óssea e o risco de osteoporose. A combinação desses sintomas pode complicar a vida sexual, especialmente a secura vaginal, que pode provocar dores durante o sexo.
O ressecamento vaginal acontece por conta da redução natural da umidade vaginal graças à diminuição da produção hormonal.

Esse sintoma também se manifesta em mulheres em tratamento oncológico submetidas à radioterapia ou à quimioterapia. Em qualquer um desses casos, o uso de um hidratante vaginal pode melhorar a lubrificação e reduzir as dores na hora H.


Sintomas psíquicos


A diminuição da libido também aparece como um sintoma comum entre as mulheres que se aproximam da menopausa. Normalmente associada a questões físicas e emocionais, essa redução na libido pode ser vencida com novas experiências. Aproveite o momento para tentar coisas novas com o seu parceiro, procurar outras zonas erógenas no seu corpo e vencer os tabus.


Ter uma vida sexual ativa é o segredo de um envelhecimento mais feliz, reduzindo a incidência de tabagismo e sedentarismo, melhorando sua qualidade de vida, aumentando a absorção de serotonina no cérebro e promovendo incontáveis melhoras que poderão ser sentidas no seu dia a dia.


Por isso, se você sente dores durante o sexo ou sofre com a diminuição da libido, converse com seu ginecologista de confiança e procure o tratamento ideal para você!


Dicas de Vida Saudável


Melhore os seus hábitos, tenha uma alimentação equilibrada, boas noites de sono, atividade física regular, pratique esportes e guarde um tempo para o lazer. Evite a automedicação, o tabagismo e modere nas bebidas alcoólicas.


FONTES


Santos JL, Leão APF et al. Disfunções sexuais no climatério. Reprod Clim. 2016; 31(2): 86-92
Pompei LM, Machado R.B, Wender COM, Fernandes CE. Consenso Brasileiro de Terapêutica Hormonal da Menopausa. 2014 (acesso em 01/08/2019) https://www.febrasgo.org.br/images/arquivos/manuais/Manuais_Novos/consenso_brasileiro_de_terapeutica_hormonal_da_menopausa_SOBRAC.pdf

Material destinado ao público geral. Agosto/2019
BRWH190854d

confira também